Seja bem-vindo, visitante

Olá, Visitante. Chegou aqui, vindo sei lá de onde, quiçá cansado de tantas caminhadas e descaminhos. Pois bem, sente-se, relaxe e leia algumas destas coisinhas, vai ver que fica melhor... Um abraço da Felipa

sábado, 8 de janeiro de 2011

Carlos Castro encontrado morto em Nova Iorque


O jornalista e cronista do CM Carlos Castro, de 65 anos, foi encontrado morto no quarto 3416 do hotel Intercontinental, em Nova Iorque, revelou o 'New York Daily News' na sua página de Internet. Segundo fontes policiais, o português foi morto e castrado, provavelmente com estilhaços de um copo de vinho.

Carlos Castro deu entrada no hotel a 29 de Dezembro, acompanhado pelo modelo português Renato Seabra, de 21 anos, que é neste momento o principal suspeito do homicídio cometido no 34º andar do hotel, situado perto de Times Square, mesmo no centro de Nova Iorque.

Renato Seabra terá saído do hotel momentos antes do corpo ter sido encontrado, tendo sido detido horas depois pelas autoridades num local próximo do crime...


(Retirado do Correio da Manhã)

Esta notícia deixou-me chocada. Carlos Castro não era uma pessoa que eu conhecesse pessoalmente, mas era alguém que eu admirava pela sinceridade e frontalidade. Não escondia a sua homossexualidade, ao contrário de outras figuras públicas que fingem ser o que não são. Ele era o que era, assim como todos somos quem somos, e ponto final.
Tenho pena pela morte horrível que teve, ninguém merece morrer assim.
Paz à sua alma.

2 comentários:

Isa disse...

Felipa,tb estou chocada com a bárbara morte de
Carlos Castro.Li-o muitas vezes e sempre o considerei uma pessoa controversa. Mas nunca pensei que o matariam. Fiquei tão horrorizada como
vc. Triste mesmo.
Beijo.
isa.

Ailime disse...

Felipa,
Uma barbaridade o que aconteceu.
Lamento muito.
Paz à sua alma.
Beijinhos da
Ailime